Criada em 19/10/2008

Rua: Adolfo Cabral, 460 – Santo Antônio
CEP: 88 380-000 – Balneário Piçarras – SC
Fone: (47) 3345 1204
E-mail: [email protected]

Pároco: Pe. Marcos Miguel Valaski, C.M.

Diáconos
Diác. Angelo Colzani (Emérito)
Diác. Osvaldo Vailatti

Comunidades
1. São Brás
2. Santa Catarina
3. Nossa Senhora Aparecida
4. São Roque
5. Santa Terezinha
6. Nossa Senhora das Graças
7. São Francisco de Assis


Histórico

A Comunidade Eclesial Santo Antonio, no bairro de mesmo nome, aprazível recanto da cidade de Piçarras, nos inícios do século XX, povoava-se de laboriosas e devotas famílias católicas. As orações à Trindade, a Nossa Senhora, aos santos, constituíam-se em importantes e freqüentes momentos da vida daqueles pioneiros e pioneiras.

Novenas eram realizadas na casa do Sr. Francisco José Carvalho. Sr. José Inácio desempenhava a função de capelão. Liderava as rezas e iniciava os cantos. Uma esteira era estendida ao chão no local da oração.

Sra. Anita Ricardo, assídua participante dos encontros da comunidade, certo dia, em pagamento de uma promessa, trouxe a imagem de Santo Antonio. A partir de então, o “santo casamenteiro”, mais do que admiração, entre aquelas devotas famílias, ganhou preferência de padroeiro e protetor.

Transcorriam os anos da década de 1930. A região de Piçarras pertencia à Paróquia Santíssimo Sacramento, de Itajaí. Por este tempo, com a devida aprovação, Sr. José Francisco Carvalho construiu uma primeira capelinha, dedicada ao padroeiro Santo Antonio. As orações e festas, assim, tornaram-se mais freqüentes e participativas. Ofertavam-se massas em forma de braços, pernas, como pagamento de promessas. As devotas famílias traziam como ofertas espontâneas, para que fossem arrematadas nos bingos e rifas, em vista de, ali, um dia, construir uma igreja maior.

No dia 30 de junho de 1958, ao lado da antiga capelinha, encontrava-se em fase conclusiva a estrutura do novo templo. Marcado pela simplicidade, mas com muita harmonia, representava o edifício espiritual que, desde os inícios aquela gente de fé católica ia erguendo naquela localidade.

Por esse tempo, Dom Afonso Niheues, Arcebispo de Florianópolis, em inesquecível ocasião, visitou a nova capela.

Vinte anos mais tarde, em 1978, a Igreja foi novamente modificada, revigorada. O crescimento da comunidade exigia também novas e mais amplas acomodações para o povo. Por isso, logo, em seguida, foram construídas salas de catequese e o salão de encontros e atividades comunitárias.

Os padres da Comarca Pastoral de Navegantes, em sintonia com o Bispo Dicesano de Blumenau, Dom Angélico Sândalo Bernardino, reconheceram na Comunidade Eclesial Santo Antonio as necessárias condições para tornar-se sede de futura paróquia. No ano de 2007, então, retomou-se a construção da casa paroquial. E no dia 19 de outubro de 2008, em solene Celebração Eucarística, Dom Angélico instalou oficialmente a Paróquia Santo Antonio, em Piçarras e deu posse ao primeiro pároco, Pe. Fabian Marcelo Capistrano. Na mesma ocasião, elevou a Capela Santo Antonio à condição de Igreja Matriz.

Só Deus sabia que a antiga esteira do Sr. José Francisco Carvalho, um dia, assim, floresceria. Quase mil famílias, ali, hoje, caminham na fé, sob a intercessão e o exemplo do glorioso Santo Antonio, rumo às promessas de Deus-Amor.

Histórico elaborado pelo Pe. Raul Kestring, com base em dados recolhidos entre as lideranças da comunidade paroquial Santo Antônio

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário