2º Bispo Diocesano, 18/02/2009 – 17/01/2015

Dom José Negri, PIME
Nascimento: 18/09/1959 Milão, Itália
Ordenação Presbiteral: 07/06/1986 Milão, Itália
Nomeação: 14/12/2005
Ordenação Episcopal: 05/03/2006 Brusque, SC
Posse Diocese de Blumenau: 04/04/2009
Posse Diocese de Santo Amaro(SP): 17/01/2014

Lema: Sufficit tibi gratia (“Basta-te a minha graça”)

Estudos

• Cursou o ensino fundamental na Escola Básica em Milão (1967-1971).
• Fez o Ensino médio no Instituto “Padre Monti” dos Padres Concezionisti (1971-1974).
• Formou-se em Magistério, em Milão (1974-1978).
• Estudou Filosofia em Monza (Milão) no Seminário do PIME (1980-1982).
• Cursou Teologia em Milão no “Studentato Teológico PIME” afiliado à Urbaniana (1983-1986).
• Estudou Psicologia e conseguiu a Licenciatura na Universidade Gregoriana de Roma, Itália (1995-1999).

Vida vocacional e sacerdotal

• No ano de 1980, ingressou no Pontifício Instituto das Missões.
• Fez a Promessa inicial em maio de 1983 em Monza.
• Emitiu a Promessa Definitiva de agregação ao Instituto PIME no dia 7/12/1985 em Milão, Itália.
• Foi ordenado sacerdote na catedral de Milão em 7 de junho de 1986, pelo Cardeal Carlo Maria Martini, arcebispo de Milão.
• No dia 25/01/1987 chegou ao Brasil como sua primeira missão.

Ministérios

1987: Vigário na paróquia Nossa Senhora do Carmo em Frutal ( MG);
1987 a 1988: Diretor Espiritual do Seminário menor do PIME em Palhoça (SC);
1987 a 1990: Pároco da paróquia São Judas Tadeu e São João Batista em Palhoça (SC);
1990 a 1992: Reitor do Seminário de Filosofia PIME em Brusque (SC);
1992 a 1995: Conselheiro Regional da Região Brasil Sul;
1992 a 1995: Diretor Espiritual do Seminário de Filosofia PIME em Brusque (SC);
1999 a 2002: Diretor Espiritual do Seminário de Teologia PIME em Monza (Itália);
2000 a 2002: Conselheiro Regional da Região Itália Norte;
2002 a 2005: Diretor Espiritual no Seminário de Filosofia PIME em Brusque (SC);
2003 a 2005: Professor do Curso pós-graduação de “Aconselhamento Formativo”, São Paulo (SP);
2004 a 2005: Vice Provincial do ( Instituto) PIME, Região Brasil Sul;
2005: Administrador Paroquial e Pároco da Paróquia São Judas Tadeu em Brusque (SC).

Bispo
• Em 14.12.2005 o Papa Bento XVI o nomeou Bispo Titular de Puppi e Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Florianópolis.
• Em 18.02.2009 o Papa Bento XVI o nomeou Bispo da Diocese de Blumenau.
• Em 29.10.2014 o Papa Francisco o nomeou Bispo Coadjutor da Diocese de Santo Amaro(SP).
• Em 17.01.2014 Dom José foi apresentado à Diocese de Santo Amaro(SP).

foto_domjose_141028

Brasão Episcopal

Escudo: O escudo tem um campo azul e um vermelho. No centro, sobre os dois campos, domina uma Cruz de ouro. De cada um dos lados da Cruz saem raios de ouro. No lado direito do campo azul, há uma estrela de oito raios.

Insígnias: Chapéu prelatício verde, forrado de vermelho, com três fileiras de borlas de cada lado; cruz processional de ouro, ornada no centro com um rubi.

Os apóstolos, enviados por Cristo, tinham plena consciência de seus limites e de suas fraquezas. Sabiam, porém, que podiam confiar na graça de Deus. Também os apóstolos de hoje são chamados a confiar unicamente no Senhor, atentos à sua observação: “Basta-te a minha graça”.

A própria missão de Jesus, humanamente foi um fracasso. Mas tornou-se fonte de graça para a humanidade. A Cruz, de fato, simboliza o fracasso, a fraqueza, a derrota. Mas é da Cruz que brotam os rios da graça divina: “Chegando a Jesus e vendo-o já morto, um dos soldados traspassou-lhe o lado com a lança e imediatamente saiu sangue e água” (Jo 19,33-34). O sangue e a água são os raios de luz e de misericórdia que caem sobre todos os povos da terra.

Maria, Estrela da Evangelização, acompanha os apóstolos e os missionários com sua presença materna, a fim de que toda a humanidade possa ser agraciada com os frutos da Cruz salvadora de seu Filho.

brasao_Dom_José_transparente

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário