Os santos e santas, nossos amigos: Santa Rosália, celebrada hoje, 04, roga por todos nós!

Rosália nasceu no ano de 1125, em Palermo, na Sicília, Itália. Era filha de Sinibaldo, rico feudatário, senhor da região dos montes “da Quisquínia e das Rosas”, e de Maria Guiscarda, sobrinha do rei normando Rogério II. Rosália era, portanto, muito rica e vivia numa Corte muito importante da época. Durante a adolescência, foi ser…

Os santos e santas, nossos amigos: São Gregório Magno, celebrado hoje, 03, roga por todos nós!

Pedro foi “a pedra” sobre a qual o cristianismo se edificou. Mas para isso foi usada uma argamassa feita da dedicação e da fé de muitos cristãos que o sucederam. Assim, a Igreja Católica se fez grande devido aos grandes papas que teve, dentre os quais temos o papa Gregório, chamado “o Magno”, ou seja,…

Os santos e santas, nossos amigos: Bem-aventurada Ingrid, celebrada hoje, 02, roga por todos nós!

Ingrid nasceu perto da metade do século XIII, na nobre família Elovsdotter, na Suécia. Cristãos fervorosos, os pais deram a ela e aos outros filhos uma educação digna dos fidalgos e no rigoroso seguimento de Cristo. A menina, desde os primeiros anos de vida, mostrou-se muito virtuosa, amável, caridosa e pia, surpreendendo a todos com…

«Dirigiu-Se a um lugar deserto» – Guilherme de Saint-Thierry (c. 1085-1148), monge beneditino, depois cisterciense

02 de setembro de 2015 – quarta-feira da 22ª semana do tempo Comum 15º aniversário da Diocese de Blumenau – Ano da Missão Diocesana Evangelho segundo S. Lucas 4,38-44: Naquele tempo, Jesus saiu da sinagoga e entrou em casa de Simão. A sogra de Simão estava com febre muito alta e pediram a Jesus que…

«Que palavra esta! Ordena com autoridade e poder» – Balduíno de Ford (?-c. 1190), abade cisterciense, depois bispo

01 de setembro d 2015 – Terça-feira da 22ª semana do Tempo Comum 15º aniversário da Diocese de Blumenau – Ano da Missão Diocesana Evangelho segundo S. Lucas 4,31-37: Naquele tempo, Jesus desceu a Cafarnaum, cidade da Galileia, e ali ensinava aos sábados. Todos se maravilhavam com a sua doutrina, porque falava com autoridade. Encontrava-se…

Dom Rafael Biernaski é oficialmente o novo bispo diocesano de Blumenau – Confira imagens da celebração de posse

Com a participação de 20 bispos, mais de 100 sacerdotes e diáconos permanentes e o povo de Deus de Blumenau e de outras cidades do Brasil, em solene missa na Catedral, Dom Rafael Biernaski recebeu o báculo, símbolo do governo pastoral e administrativo da Diocese de Blumenau. É o 3º bispo de Blumenau.

Os santos e santas, nossos amigos: São Raimundo Nonato, celebrado hoje, 31, roga por todos nós!

Raimundo nasceu em Portell, na Catalunha, Espanha, em 1200. Seus pais eram nobres, porém não tinham grandes fortunas. O seu nascimento aconteceu de modo trágico: sua mãe morreu durante os trabalhos de parto, antes de dar-lhe à luz. Por isso Raimundo recebeu o nome de Nonato, que significa não-nascido de mãe viva, ou seja, foi…

«O seu coração está longe de Mim» – São Maximiliano Kolbe (1894-1941), franciscano, mártir

30 de agosto de 2015 – 22º Domingo do Tempo Comum – Ano B 15º aniversário da Diocese de Blumenau – Ano da Missão Diocesana  Evangelho segundo S. Marcos 7,1-8.14-15.21-23): Naquele tempo, reuniu-se à volta de Jesus um grupo de fariseus e alguns escribas que tinham vindo de Jerusalém. Viram que alguns dos discípulos de…

Os santos e santas, nossos amigos: São Felix e santo Adauto, celebrados hoje, 30, rogai por todos nós!

Poucos são os registros encontrados sobre Félix e Adauto, que são celebrados juntos no dia de hoje. As tradições mais antigas dos primeiros tempos do cristianismo narram-nos que eles foram perseguidos, martirizados e mortos pelo imperador Diocleciano no ano 303. A mais conhecida diz que Félix era um padre e tinha sido condenado à morte…

Os santos e santas, nossos amigos: Santa Joana Maria da Cruz, celebrada hoje, 29, roga por todos nós!

Joana nasceu numa aldeia de Cancale, França, em 25 de outubro de 1792. Seu pai era um pescador e morreu no mar quando ela tinha 4 anos. Logo conheceu a pobreza e começou a trabalhar como empregada num castelo. Sustentava a família enquanto ajudava os idosos abandonados e os pobres. Joana era sensível à miséria…