Lídia era uma proprietária de sucesso, rica, influente e popular, exercendo sua liderança entre os filipenses e, principalmente, dentro da própria família. Isso porque a púrpura era um corante usado em tecidos finos, como a seda e a lã de qualidade: Santa Lídia Filippi (Século I), celebrada hoje, 03, roga por todos nós!

Você está aqui: