“Eu sou o Pão Vivo descido do céu”. Por Dom Rafael Biernaski

Ao iniciar o Tempo do Advento, toda a Igreja se coloca na piedosa e alegre expectativa do Natal de Jesus, rosto misericordioso do Pai. Um novo Ano Litúrgico para ser vivido como experiência do amor de Deus em nossa caminhada eclesial, com o coração agradecido por tantas graças e bênçãos neste Jubileu Extraordinário da Misericórdia. O Papa Francisco, com a Carta Apostólica Misericordia et Misera, nos convida a contemplar o encontro de Jesus com a adúltera (Jo 8,1-11), pois segundo ele “não se podia encontrar expressão mais bela e coerente do que esta para fazer compreender o mistério do amor de Deus, quando vem ao encontro do pecador”.

Solenidade de Pentecostes: “Assim como o Pai me enviou, eu vos envio”

Solenidade de Pentecostes 03/06/2017 07:00 PARTILHA: Cidade do Vaticano (RV) – «O autor do Evangelho deste domingo, João Evangelista, nos diz que a vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos se deu no dia de Páscoa. Ele desejava fazer-nos compreender que o Espírito que conduziu Jesus para sua missão de salvar a Humanidade é o…

Dois apóstolos, duas vidas, uma Igreja – Santo Agostinho (354-430), bispo de Hipona (norte de África), doutor da Igreja

Dia 03 de junho de 2017 – S. Carlos Lwanga e Companheiros No Brasil, Ano Mariano (2016 – 12.10 – 2017), instituído pela CNBB em comemoração do 300º aniversário do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida nas águas do Rio Paraíba, em São Paulo – “Bem-aventurada é aquela que acreditou” (Lc 1,45)! Evangelho segundo…

Era o dia 3 de junho de 1886, e para tentar não fazer tantos mártires, que poderiam atrair mais conversões, o rei mandou que Carlos Lwanga morresse primeiro, queimado vivo, dando a chance de que os demais evitassem a morte renegando sua fé: Santos Carlos Lwanga e 21 companheiros mártires (+ 1886), celebrados hoje, 03, rogai por todos nós

O povo africano talvez tenha sido o último a receber a evangelização cristã, mas já possui seus mártires homenageados na história da Igreja Católica. O continente só foi aberto aos europeus depois da metade do século XIX. Antes disso, as relações entre as culturas davam-se de forma violenta, principalmente por meio do comércio de escravos.…